Proud & Loud

Sou Mateus, tenho 18 anos, faço jornalismo, tenho um blog e sou gay.

Como é bom me apresentar assim. Durante quase toda a minha – não tão longa – vida algumas pessoas ao meu redor tentaram mudar isso e eu, tentei me vincular a padrões sociais de sexualidade. Me esforcei de verdade- obviamente, não rolou. Já faz um tempo que entendi e aceitei isso e mais algum tempo que resolvi ser hora de falar isso pro mundo, “me assumir”. Assumir pra mim mesmo, na verdade, no fim, todo mundo já sabia.

Se assumir. Sair do armário. A maior ilusão é pensar que saiu do armário e vai ficar fora dele pra sempre. Infelizmente, sair do armário é um ato constante. A gente pensa que saiu do armário uma vez e tudo certo, mas acaba tendo que sair do armário todo dia enquanto as pessoas tentam te colocar novamente dentro dele, tentando com que haja uma adaptação aos padrões normativos.

Ser gay é tudo menos errado e, definitivamente, não é uma escolha. Quando você escolheu ser hetero, afinal?

Por mais que seja empoderador se assumir, as vezes é desconfortável e dá uma sensação de insegurança, no fim das contas a gente nunca sabe como as pessoas reagirão às diferenças – isso gera uma certa ansiedade, medo. Mas, traz a certeza de que tem gente que nos ama independente da nossa sexualidade. A única coisa tão boa quanto se amar e se aceitar por ser quem eu sou é saber que tem gente que me ama, logo me aceita como sou.

Quando fui contar pro meu irmão, a resposta foi: “Que novidade! Só não sabe disso quem é cego ou escolhe não enxergar.” kkkk Bem aí eu soube que, pelo menos pra ele, ser gay é tão ok quanto se eu fosse heterossexual – simplesmente não faz diferença. Essa resposta foi tão boa e importante pra que eu me sentisse ainda mais seguro em afirmar minha sexualidade pro resto da minha família. Valeus, brother! Desde a primeira vez que eu tive coragem de contar pra alguém, entrei num processo de auto-identificação enorme e tudo ao meu redor melhorou, principalmente a forma como eu lido com as pessoas.

Parece loucura pensar que em pleno 2016 pessoas ainda são mortas unicamente pela sua orientação sexual – cor, sexo, condição social… – mas é realidade. Em meio a tristeza com o massacre de Orlando e decepção com a disseminação de homofobia e ódio nas redes sociais, o que nos resta é resistir e não nos deixarmos ser apagados por esse tipo de coisa e de gente.

Hoje, 28/06, é o dia internacional do orgulho LGBTQ. Tenha orgulho de quem você é. Respeite aos outros e a você mesmo. Tenha orgulho de se amar. Se ame. Ser quem você é, compartilhar isso com as pessoas, muitas vezes já é suficiente pra que outra pessoa sinta-se confortável em ser quem ela é. Be Proud. Be Loud.

Dito isso, tudo pode se resumir a: Eu não escolhi ser gay, mas que bom que eu o sou!

Processed with VSCO with hb2 preset

MR.

Anúncios

Um comentário sobre “Proud & Loud

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s