Marc Jacobs dá Adeus à Louis Vuitton, em show épico



Sobre as cadeiras do desfile da Louis Vuitton, estava uma carta assinada pelo próprio Marc:
 A coleção é dedicada às mulheres que me inspiraram e à showgirl em cada uma delas: Emmanuelle Alt, Jane Birkin, Betty Catroux, Carlyne Cerf De Dudzeele, Coco Chanel, Cher, Grace Coddington, Sofia Coppola, Victoire de Castellane, Catherine Deneuve, Claude Lalanne, Julie de Libran, Lady Gaga, Judy Garland, Katie Grand, Juliette Gréco, Françoise Hardy, Zizi Jeanmaire, Rei Kawakubo, Madonna, Liza Minnelli, Kate Moss, Louise Nevelson, Edith Piaf, Miuccia Prada, Lee Radziwill, Millicent Rogers, Sonia Rykiel, Carla Sozzani, Elsa Schiaparelli, Barbra Streisand, Diana Vreeland, Vivienne Westwood, Anna Wintour.
Tanto extrovertida ou esotérica, elas são as figuras que mantêm a linguagem visual vital. Seu estilo, a imaginação, a criatividade, o talento, visão e voz mudaram o nosso horizonte.
Quando eu olho em volta de Paris não é a profundidade da cidade que me tira o fôlego. É a decoração e ornamentação aplicada que deslumbra. Não se trata de pensar, é sobre o sentimento. Pode não existir sensação mais profunda do que isso quando nos atinge. Ao projetar esta coleção o mesmo instinto ganhou força. Eu tiro o prazer das coisas exatamaente por o que são, deleitando-me puramente com a beleza por si só. Conectar-se com algo em um nível superficial é tão honesto como conectar-se com ele em um nível intelectual.

Para a showgirl em todos nós.
Marc.
A maioria delas estava presente e aplaudiu de pé, o que seria o último desfile de Marc à frente da Louis Vuitton.
Como havia dito, Jacobs deixa a grife após 16 anos e depois de haver criado do zero o prêt-à-porter para a Louis Vuitton.  A versão oficial é que ele deve se concentrar mais na sua marca que hoje é um business gigante e deve entrar na bolsa.  Mas nunca se sabe exatamente o que tem por trás.
A apresentação estava em clima de lutoO set, todo preto, trazia alguns dos elementos de apresentações anteriores, deslumbrante e enooorme. Estavam lá, o carrossel, as escadas rolantes, um chafariz e o relógio do cenário da locomotiva (que durante o show regrediu 16 minutos – achei interessante). E a coleção… Nada a dizer, se não, épica!!
Quando a música começou a tocar, entraram pela passarela Amazonas lindas, com cocares de penas negras. Peças transparentes e de grande alfaiataria às vezes com um perfume anos 20, outras vezes com o edge urbano ou motoqueiro e até alguns elementos do mundo do esporte como uma jérsey com o número 14 ou uma legging em tecido tecnológico. Tudo preto, a não ser pelo azul das calças jeans, que na minha opinião “estragaram” um pouco o clima do desfile, mas nada que tirasse a beleza da coleção, devo dizer. Please, não me interpretem mal kkkkk.
Achei lindíssimo, e meu “troféu highlight” são os bordados em cristais negros – que cobriam quase todas as peças, simplesmente divinos!!
P.S. Também AMEY o primeiro “look”. “Look” porque a modelo estava pintada e não vestida. 

Pra terminar o post, o look mara de Sabrina Sato – all Louis Vuitton – pra o front row (Acho chic!! hahaha). Camila-musa-Coutinho também estava um arraso, de Louis Vuitton e scarpin Loubotin.
Créditos:
Consuelo Blocker, Camila Coutinho e Helena Bordon.
Anúncios

2 comentários sobre “Marc Jacobs dá Adeus à Louis Vuitton, em show épico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s